Em agenda institucional, Eriberto Medeiros visita novo secretário da Fazenda, Wilson de Paula

PUBLICIDADE

O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, deputado Eriberto Medeiros (PSB), realizou visita institucional ao novo secretário estadual da Fazenda, Wilson de Paula, na tarde desta quarta-feira (18/01), na sede da pasta, no centro do Recife. Acompanhado do deputado estadual eleito Eriberto Filho (PSB) e de superintendentes da Casa Joaquim Nabuco, Eriberto teve oportunidade de apresentar os avanços do seu mandato em relação à Fazenda, além de conversar sobre o cenário político e econômico que Pernambuco enfrenta.

Ao longo dos últimos anos, Eriberto buscou estabelecer um diálogo frequente com a Secretaria da Fazenda, onde teve a oportunidade de destravar alguns recursos para áreas importantes do Governo do Estado. Entre os exemplos, estão os R$ 8 milhões para a reforma do Centro Médico Hospitalar da Polícia Militar (CMH/PMPE), que permitiram não só a manutenção, como a reforma da unidade, melhorando a qualidade de vida dos policiais e seus familiares.

Eriberto também conseguiu, através da interlocução com a Fazenda, liberar o funcionamento do Fundo de Reequipamento da Polícia Civil (FUNREPOL), um dispositivo criado por lei de 2001 que ainda não estava em pleno vigor por questões burocráticas. O deputado possibilitou, ainda, o diálogo do Governo do Estado com setores importantes da economia, a exemplo dos produtores de cachaça, que buscam uma política fiscal que estimule a produção local.

“Não tenho dúvidas de que o desenvolvimento econômico passa por uma política fiscal moderna, sintonizada com princípios da justiça social. Vamos trabalhar para que, através da nossa ação, Pernambuco possa gerar mais oportunidades para todos”, afirmou o deputado, após a visita ao secretário. Também participaram do encontro o superintendente da Consultoria Legislativa da Alepe, Marcelo Cabral, o superintendente de Inteligência da Alepe, delegado José Rivelino, e o procurador da Casa, Silvio Pessoa.

Foto: Marcos Henrique/Divulgação

PUBLICIDADE